Espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS)

Espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS)

A espectroscopia de impedância eletroquímica (EIS) é um método para a caracterização não-destrutiva de camadas finas, membranas, superfícies e filmes. Normalmente, um sinal de tensão CA (ou corrente) de pequena amplitude é aplicado a uma amostra enquanto a relação de amplitude e fase do sinal de corrente (ou tensão) correspondente é monitorada.

Para um espectro de impedância, as medidas são feitas ao longo de várias décadas de freqüência de CA com até 10 medidas por década.

Os resultados podem ser modelados matematicamente, tipicamente tratando a amostra como um número de subcamadas cada uma com sua própria resistência elétrica e capacitância. Em particular, a capacitância e a constante dielétrica de cada subcamada permitem determinar a espessura dessa camada.

Em outras experiências, a impedância da amostra pode ser usada para leituras quantitativas de biossensores.

O eDAQ oferece quatro sistemas EIS:

  • ERZ100 . Este sistema de impedância oferece desempenho versátil a preços econômicos e é adequado para muitos aplicativos de biossensor. ( ± 100 mA a ± 20 nA)
  • Zive Potenciostato . Potenciostato / galvanostato de alta qualidade / sistema de impedância, especialmente para estudos de eletroquímica de baterias, células de combustíveis, corrosão e células solares. ( ± 1 A a ± 100 nA)
  • SDx-R1 sistema tethaPod para a determinação da resistência da membrana e da capacitância em bicamadas de fosfolípidos amarrados .