Detectores de condutividade sem contato C4D

Contactless Conductivity Detectors C4D

eDAQ supplies Capacitively-Coupled Contactless Conductivity Detectors (C4D) which can be used for capillary electrophoresis, microchip electrophoresis, chromatography and flow injection analysis.

Put together your C4D system by selecting:

  • One C4D unit, depending on which software you wish to use and how many C4D channels are required, and
  • One or more C4D headstage/platform, depending on your application and which capillary/tubing/chip is being used.

All the C4D headstages/platforms work with each of the C4D units. If you have a novel application, look at our custom-made systems and contact us.

 

C4D Units

ER225  Contactless Conductivity C4D System ER225 C4D Data System
Includes PowerChrom software for data collection and analysis.
Has digital outputs.
ER815 C4D Contactless Conductivity Detector ER815 C4D Detector Single-channel contactless conductivity detector.
ER825 C4D Multi-Channel Contactless Conductivity Detector ER825 C4D multi-channel Detector Record the conductivity at up to eight positions on a capillary or tubing.

C4D Headstages

ET120 Capillary Headstage 365 micro m ET120 Capillary Headstage Connection to 365 µm outer diameter capillary.
ET125 General Purpose C4D Monitor Headstage ET125 General Purpose C4D Monitor Headstage For tubing sizes 1/16 inch (1.59 mm) OD.
ET130 IC HPLC C4D Detector Headstage ET130 IC/HPLC C4D Detector Headstage For ion chromatography and flow injection analysis.
ET131 Configurable C4D Detector Monitor Headstage ET131 Configurable C4D Detector/Monitor Headstage Factory-configurable to meet customer defined applications.

Custom-made C4D Systems

C4DSPL  Custom-Made Contactless Conductivity Detectors C4DSPL Custom-Made C4D Contactless Conductivity Detectors designed for your application.
ER818  Octal Contactless Conductivity System ER818 Octal Contactless Conductivity System Measure conductivity in pipette tips, melting point tubes, NMR tubes or capillaries

 

C4D Platform for Microfluidic Chips

ET225 ET225 Microchip Electrophoresis Platform Platform for Micronit microfluidic chips ET145-4 and ET190-2.

 Microchip Electrophoresis with C4D

ER455 Quad HV Supply MCE System Bundle ER455 Microchip Electrophoresis Kit Complete system for microchip electrophoresis.
ER430 High Voltage Sequencer ER430 High Voltage Sequencer High-voltage supply for microchip electrophoresis.
ET145-4 45mm CE Microchip Kit ET145-4 45mm CE Microchips Four short Micronit microfluidic chips with integrated electrodes for C4D.
ET190-2  Micronit CE Chip for C4D (90 mm) ET190-2 90mm CE Microchips Two long Micronit microfluidic chips with integrated electrodes for C4D.
EC20 Standard Test Solutions for C4D Applications EC020 Standard Test Solutions for C4D Solutions for testing a C4D system in electrophoresis experiments.

C4D Accessories

EA025 Headstage Module Allows connection of C4D headstages to ER825.
EA010 GP Analog Input Module To connect voltage signals and isoPods to ER825.
EC1208 Headstage cable with DIN connector Cable to connect headstages to ER225 (included with ER225).
EC1210 Headstage cable with LEMO connector Cable to connect headstages to ER815 and ER825 (included with ER815 and ER825).
ES280 PowerChrom Software For the collection and analysis of capillary electrophoresis, microchip electrophoresis, HPLC and other chromatography-type data (included with ER225, ER815R and ER825R).
ES500 Chart & Scope Software For the collection and analysis of flow injection analysis data and conductivity monitoring applications (included with ER815C and ER825C).

Medindo a condutividade de um líquido em uma ponta de pipeta

 
 

A condutividade de um líquido dentro de uma ponta de pipeta pode ser medida usando o Sistema de Condutividade Sem Contato Octal ER818 .

Introdução

O ER818 oferece um método para medir a condutividade de um líquido dentro de uma ponta de pipeta. Isso pode ser integrado em um sistema robótico automatizado, que fornece a ponta da pipeta no headstage Octal. Medir a condutividade diretamente na ponta da pipeta, em vez de transferir o líquido para um recipiente de medição, tem várias vantagens:

  • Baixos volumes de amostra
  • Baixo desperdício da amostra
  • Zero contaminação cruzada

O sistema tem uma faixa de condutividade tipicamente de 100 µS / cm a 10.000 µS / cm (a faixa é determinada pelo diâmetro interno do tubo de amostra).

 

 
Ponta da pipeta Hamilton e posicionamento dos eletrodos C4D (em vermelho)


O sistema usa uma medição de condutividade sem contato acoplada capacitivamente (C4D). Isso aplica um sinal de alta freqüência a um eletrodo de excitação na parte externa da ponta da pipeta. Isso acopla o sinal à amostra por acoplamento capacitivo. Um eletrodo de detecção, localizado a alguma distância da amostra, mede a corrente resultante. A corrente é proporcional à condutividade da amostra. A quantidade medida dependerá das dimensões físicas do volume de teste e de sua condutividade.

 

 
Médiuns típicos da amostra

Outros meios de amostra possíveis. Os meios de amostra típicos são mostrados na figura. Todos são baseados em amostras individuais, com exceção do capilar de diâmetro externo (OD) de 1600 µm, que também permite que uma medição de condutividade contínua seja feita conforme a amostra flui através do capilar.

1. Ponta da pipeta reta

2. Ponta de pipeta cônica

3. Tubo capilar com OD de 1600 µm

4. Tubo de vidro descartável do ponto de fusão com 1600 µm OD

5. Tubo de RMN com 5 mm de diâmetro externo

 

 
Configuração de equipamento com ER815 e ET128

Equipamento requerido

  • Sistema de Condutividade Sem Contato Octal ER818 , que inclui:
    • Detector de condutividade sem contato ER815
    • ET128 octal headstage
  • Um computador com o software Chart ou o seu próprio software para gravar os dados (por exemplo, Tera Term, LabVIEW, C #, WinWedge ou HyperACCESS)
  • Suas pontas de pipeta com amostras
  • Uma solução padrão com condutividade no meio da faixa de medição, digamos 5 mS / cm

Procedimento Experimental

Um guia de início rápido descreve como conectar o sistema, como usar o software Tera Term para calibrar o sistema usando uma solução padrão, como ajustar o ganho e medir a condutividade de uma amostra desconhecida. O guia de início rápido pode ser baixado da página de manuais .

 

Notas

Temperatura

Os volumes dos líquidos envolvidos nessas medições são muito pequenos e sujeitos a variações de temperatura. Tipicamente, haverá uma diferença de temperatura de 4 a 5 ° C entre o ar ambiente do laboratório e a temperatura interna do headstage ET128 Octal. Isso corresponde a um erro potencial na medição de condutividade de aproximadamente 5-6%. Como a temperatura interna do headstage está disponível, a compensação de temperatura pode ser executada.

Permitir algum tempo para a equalização da temperatura também pode ajudar a reduzir o erro de temperatura. Outra abordagem é fazer a medição de condutividade o mais rápido possível, antes que a temperatura da amostra aumente.

Uso de um canal de referência

Em algumas aplicações onde pequenas mudanças na condutividade devem ser medidas, um canal de referência pode ser usado para aumentar a sensibilidade do sistema e permitir compensação de temperatura. Por exemplo, se a condutividade das soluções desconhecidas estiver na faixa de 2 a 4 mS / cm, uma solução de referência de 3 mS / cm é selecionada e colocada no canal de referência do headhead ET128 Octal. Isso subtrai o valor de condutividade de referência do valor de condutividade da solução desconhecida, de modo que apenas a diferença seja exibida. Uma vantagem desta técnica é que qualquer variação de temperatura na referência será removida da solução desconhecida, fornecendo assim compensação de temperatura.

 

Despachamos para todo o mundo

Para compras acima de R$100,00